A Natureza da Luz

de Dennis Downing

 

"Ouvindo, porém, Jesus que João fora preso, retirou-se para a Galiléia; e, deixando Nazaré, foi morar em Cafarnaum, situada à beira-mar, nos confins de Zebulom e Naftali." (Mateus 4:12-13 ARA)

Cafarnaum era uma cidade pouco propícia para o começo do ministério de Jesus. Galiléia, na fronteira norte da Palestina, era uma região de infiltração gentia e influência pagã. Durante o exílio, a região foi a primeira a ser levada cativa pelos Assírios. Nos dias de Jesus, com seus zelotes e rebeldes, ainda era considerada periferia distante da fé Israelita.

Será que Jesus começou seu ministério lá porque sentiu que na margem da fé ele encontraria uma sede intensa pelo Evangelho? Ele teria ido para aqueles mais longe da luz sabendo que seriam os primeiros a se arrepender? Aqui Jesus não encontrou uma multidão de seguidores fiéis. Ao contrário, mais tarde Jesus condenou Cafarnaum pela sua falta de fé. Até Sodoma, ele disse, será tratada com menos rigor no julgamento.



 

De Cafarnaum e suas redondezas, poucos seguiriam Jesus. A maioria recusou o chamado dele. Mas, Jesus não começou seu ministério em Cafarnaum e voltou várias vezes para a Galiléia porque o povo de lá era tão espiritual. Ele começou lá e voltou tantas vezes, justamente porque não o eram. Jesus é assim. Quanto mais você precisa dele, mais ele lhe procura. Ainda que você fosse a única pessoa na sua cidade precisando de Jesus, ele te buscaria.

Um que atestaria isso seria um quieto cobrador de impostos que um dia se levantou de onde sentava na escuridão daquela sombra terrível, para nunca mais voltar. Talvez foi por isso que ele quis lembrar que Jesus não apenas passou por Cafarnaum. Ele foi e habitou lá, nas trevas, com homens como Mateus. Ele “foi morar” lá, não porque eles estavam procurando a luz, mas justamente porque eles não estavam. Esta é a natureza da Luz. Ela precisa ir para a escuridão, não porque há quem a busque, mas porque há quem dela precisa.

"O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz." Mateus 4:16 ARA

ORAÇÃO: Ó Pai, o Evangelho realmente é boas notícias. O Senhor não veio até nós porque éramos bons ou sábios ou merecedores. O Senhor veio até nós porque o Senhor é bom e amoroso. Jesus veio morar conosco. E, ele ainda está em Cafarnaum, nesta onde eu moro e na outra onde nasci, e em tantas outras por onde já passei. Mas, sabemos que há muitos ainda na sombra da morte. Porque somos sinceramente gratos que o Senhor veio até nós, pedimos com a mesma sinceridade que o Senhor vá até eles.

 

Copyright © 2003 Dennis Downing. Todos os direitos reservados.