Mais Perto do Mestre

de Carlos Eduardo Félix

 

Muitos buscam conhecer da Bíblia os mistérios ocultos, as datas aproximadas, as simbologias e outras coisas. Alguns buscam essas coisas para se encherem de conhecimento, outros a fim de fazerem uma verdadeira guerra santa. Que me perdoem os estudiosos, os sábios, os mestres, mas não quero isso para minha vida.



 

Quero sim conhecer a vida de um carpinteiro que se auto proclamou o Cristo e de fato o era. Quero tê-lo tão perto que possa sentir sua mão caliçosa em meus ombros. Quero conhecer a carpintaria onde trabalhava o meu Senhor. Andar com ele pelas ruas de Jerusalém. Poder ouvi-lo soluçar em seu choro pelos perdidos.

Quero poder ver seu sorriso ao ver que curou os leprosos, os cegos, os cochos. Quero também sentir a água molhando-me enquanto o barco balança. Quero me confortar ao ouvir sua voz dizendo:

"Coragem! Sou eu. Não tenhas medo". ( Mt 14.27 )

Quero sentar e ouvi-lo falar das Bem- aventuranças. Quero também me maravilhar com a pesca maravilhosa. Quero ficar também irado ao ver que fazem de pátio de feira o templo do Pai.

Quero sentar à mesa e vê-los fazendo a última ceia. Quero fechar os olhos quando vir que Judas vai beijá-lo. Quero chorar com Pedro sua negação. Quero estar com João e Maria ao vê-lo crucificado. Quero ouvi-lo chamar em alta voz: " Elói, Elói, lamá sabactâni?"

Quero ver lágrimas que escorrem nos rostos de José de Arimatéia e de Nicodemos. Quero ouvir seu silêncio enquanto limpam o corpo do carpinteiro. Quero ver o rosto espantado de Maria Madalena ao ver que a pedra do sepulcro estava fora de lugar. Quero ver o susto e a alegria dos discípulos ao ver o mestre ressurrecto. Quero fitar a face de Pedro enquanto Jesus pergunta se ele o ama.

E quero me alegrar com os discípulos na volta de Betânia para Jerusalém. "então eles o adoraram e voltaram para Jerusalém em grande alegria". ( Lc 24.52 )

Um homem pode ser conhecido pela sua sabedoria, mas um homem só será transformado se de coração buscar ver a Jesus.

E você o que realmente busca?

 

Copyright © 2003 Carlos Eduardo Félix. Todos os direitos reservados. Texto extraído da obra escrito por Carlos Eduardo Felix a ser publicado por Scriptus Editorial. Utilizado com permissão.