A Família de Deus

de Dennis Downing

 

Traidor, meretriz, adúltero, assassino. O que é que pessoas responsáveis por crimes e pecados desta natureza têm em comum? São membros da família de Deus. A primeira genealogia de Jesus registra várias pessoas culpadas destas e outras falhas graves.

Judá traiu seu irmão José e o vendeu como escravo por vinte moedas de prata.

  • Tamar se vestiu de meretriz para ter relações com seu sogro.
  • Raab foi outra meretriz. Todos estes foram parentes de Jesus.
  • Bate-Seba, cometeu adultério com Davi.



 

O próprio Davi, além do adultério com Bate-Seba mandou matar o marido dela para cobrir seu pecado. Roboão (1:17), um dos netos de Davi, dividiu Israel numa guerra civil e acabou destruindo a nação. Todos estes foram os antepassados de Jesus ­ a família de Deus.

Por que falar dessas pessoas no passado de Jesus? Para que registrar os nomes de traidores, meretrizes e assassinos? Porque Jesus veio salvar todos. Bons e maus. Ele veio chamar cada um. O religioso e o ateu. O príncipe e o pobre. O pastor e o pecador.

Porque, pelo poder do amor de Jesus, não importa o seu passado ­ hoje, no presente, você pode ser transformado num membro da família de Deus.

Como é o seu passado? Você tem algum parente que foi preso? Um de seus pais talvez foi alcoólatra ou ladrão? Como foi sua própria vida?

Você já foi chamado de ladrão? Já vendeu algo que queria ter de volta, seu voto, sua integridade, sua honra, seu próprio corpo? Já traiu? Já matou? Você está em companhia ilustre. Vários membros da grande família de Deus foram responsáveis pelos mesmos crimes e pecados.

Há tanta diferença, tanta diversidade, de língua, de passado, de pecados, entre os membros da família de Jesus. Mas, uma coisa todos têm em comum ­ o mesmo Pai. Há tanta diferença entre os seguidores de Jesus hoje. Tantos motivos para haver conflitos e atritos. E, somente um motivo para não haver ­ o amor do mesmo Pai.

"Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." (João 1:12-13 ARA)

Sua entrada na família de Deus não é determinada pelo nada consta na delegacia ou ficha limpa no SPC. Não é porque você pensa igual a este ou aquele irmão sobre esse ou aquele assunto polêmico. Sua entrada na família de Deus é determinada pela decisão de Deus que Ele quer você como filho.

Não foi por nenhuma decisão humana que você entrou nesta família. Nem tampouco será por força ou autoridade humana que você será retirada. Se foi Deus que lhe incluiu na família dEle, somente Deus pode lhe tirar.

É um direito adquirido? Não. Podemos perder nossa filiação. Se desobedecermos claro ensino bíblico, se continuarmos no pecado depois de sermos incluídos nesta família, Deus vai nos excluir. Mas, somente Deus pode fazer isso, porque somente Deus pode nos incluir nesta, a maior e melhor, de todas as famílias.

Sabendo disso, todo esforço é pouco para manter a paz e a união dentro desta preciosa família. Somente Deus pode incluir ou retirar da família dEle. Mas, Ele conta com os membros da família para tratar uns aos outros com um amor que é digno de tão grande privilégio como Ele nos deu.

Velho ou jovem. Pastor ou caçula na fé. Tradicional ou progressivo. Vamos amar uns aos outros com um amor digno do amor do nosso grande Pai que é o mesmo Pai de todos nós. Afinal, se temos Jesus como nosso Senhor e Salvador, somos todos irmãos, e somos todos da família de Deus.

 

Copyright © 2003 Dennis Downing. Todos os direitos reservados.