Preservem a Unidade

de Karen Alexander

 

Eu adoro diversidade. Na verdade, eu fico maravilhada diante da diversidade e louvo a Deus por isto. Nada me faz elogiar Deus mais que a mudança das estações: a primeira manhã fresquinha do outono, a ressurreição anual da primavera, a primeira tarde quente do verão, a mordida da frieza do inverno. Como uma criança, freqüentei muitas vezes o jardim zoológico. Uma das minhas diversões favoritas foi achar o maior número possível de penas de cores diferentes. Azul brilhante, azul claro, turquesa, vermelho, marrom, preto, laranja, verde brilhante - elas estavam todas lá. A maravilha da atenção de Deus em detalhes me emocionava ainda naquela idade. Eu senti o mesmo senso de incredulidade alguns anos atrás, quando mergulhei em águas caribenhas, entre milhares de peixe decorados na ordem mais surpreendente de cores e desenhos.



 

Mas nem tudo sobre diversidade faz nossas almas cantarem. Diversidade às vezes destrói nossas rotinas, nos confunde, e nos desafia. Em relação a pessoas, enquanto uma celebra a diversidade, por outra é visto como completamente inconstante, ou até incômodo.

Então, o que devemos fazer? Será que devemos comemorar o caráter curioso ou ficar frustrados pelas figuras inconstantes em nossas vidas? Pessoas lutam com essa mesma pergunta há séculos. Até o apóstolo Paulo, enquanto trabalhou em conjunto com os santos espalhados pelo império romano, se esforçou para manter os cristãos trabalhando de forma contente ao invés de contenciosos. Lembra de Evódia e Síntique em Filipos? Será que alguém pode ajudar essas irmãs a se entenderem, Paulo implorou na sua carta à igreja lá. O problema é mais que um mero incômodo. Aos Coríntios, ele escreveu, "Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo. ... Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos?" (1 Cor 3:1-3)

Em verdade, nós todos somos totalmente diferentes. Nós não parecemos iguais, não agimos igual, e nem pensamos igual. Nós somos movidos por emoções diferentes, sentimentos, ambições, necessidades, e alvos diferentes. Nós temos habilidades diferentes, talentos, níveis de inteligência, e presentes espirituais diversos. Ainda assim, é esperado que iremos agir e funcionar como um corpo na igreja.

A tarefa poderia não ser tão difícil se nós verdadeiramente acreditássemos que nós éramos aquele o corpo - Cristo. Quando Deus glorificou Jesus, ele pôs todas as coisas debaixo dele e O designou como cabeça da Igreja, que é o corpo dele, a plenitude dele que enche tudo em todos os sentidos. (Efé. 1:22) A carta aos Efésios implora para que o leitor compreenda este fato: a igreja é o Cristo, 100% reconstituído. Ser uma parte da igreja é fazer parte de um ser, Jesus. Efésios 1:9-10 diz que era o plano de Deus criar unidade trazendo todas as coisas no céu e na terra juntas debaixo de uma cabeça, o próprio Cristo. "O objetivo dele era criar em si mesmo, dos dois, um novo homem, fazendo a paz, e reconciliar com Deus os dois em um corpo, por meio da cruz, pela qual ele destruiu a inimizade." (Efé. 2:15-16)

Quem ousaria arruinar o plano de Deus? Nós ousamos. Cada vez que nós nos separamos um do outro, cada vez que brigamos e discutimos, fofocamos, e recusamos perdoar, nós testemunhamos que nós não entendemos o propósito de Deus em Cristo. Deus criou a nossa unidade. Nós não precisamos lutar para entender como podemos alcançar a unidade; nós temos que nos render a ela. Paulo escreveu, "Façam todo o esforço para preservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz." (Efé. 4:3). Preservem a unidade.

Carros novos vêm com garantias que requerem um calendário de manutenção específico porque as concessionárias sabem que só um veículo em manutenção correta funcionará como deve. A igreja não é diferente. Ela também requer manutenção, e aquela manutenção requer que cada membro ceda sua própria vontade à vontade única de Cristo. Se o mundo precisa de qualquer coisa hoje, ele precisa conhecer a abundância de Cristo através do testemunho consistente e poderoso do corpo dele, a igreja.

Você está cumprindo o ritmo da sua agenda de manutenção? Como você está mantendo seus relacionamentos dentro da igreja, o veículo de nossa paz? O mundo está assistindo. O que é que eles vêem?

 

Copyright © 2003 Karen Alexander. Todos os direitos reservados.