Compartilhando as Canções dos Anjos

de Phil Ware

 

Cristãos cantam por muitas razões. Algumas dessas razões são profundamente pessoal. Algumas dessas razões são mostradas a nós por cristãos que foram antes de nós e cantaram louvores a Deus em tempos de provações para mostrar sua fé e para compartilhar o evangelho (Atos 16:25; Romanos 15:9). Algumas dessas razões estão arraigadas na vontade de Deus revelada para nós. Por exemplo, nós cantamos para expressar solidariedade num momento sagrado, para ensinar e encorajar uns aos outros, para adorar a Deus dos nossos corações, e para expressar a nossa alegria a Deus (Mateus 26:30; 1 Coríntios 14:15,26; Efésios 5:19-20; Colossenses 3:16; Tiago 5:13). Às vezes Cristãos simplesmente cantam por ser prazeroso e pela diversão de estar com o povo de Deus. Às vezes nós cantamos sem pensar mesmo em cantar, é simplesmente a alegria de Deus que enche os nosso corações e o nosso canto fornece a música de fundo de nossas vidas.



 

Tradicionalmente nesta época do ano, porém, nós somos abençoados em cantar de formas que combinam todos estes motivos e um mais - é-nos permitido compartilhar as canções dos anjos.

Entre todas as outras coisas que anjos fazem na Bíblia, uma da mais poderosas é cantar. Nós sabemos que anjos estão interessados em adorar Deus, porque isso é o que nós os vemos fazendo tão freqüentemente no livro de Apocalipse. A adoração deles, e especialmente o canto deles, é uma parte poderosa e emocionante da glória do céu (veja Apocalipse 5:9-14). Em muitas maneiras, a adoração deles a Deus no céu nos ajuda a saber como adorar melhor nosso SENHOR Deus, seu Filho e nosso Cordeiro de glória, e o perfeito Espírito de Deus que no enche e dá força.

Os anjos não somente nos mostram como adorar. Eles também estão interessados na nossa adoração e se unem a nós quando adoramos nosso Deus (1 Coríntios 11:10; Hebreus 12:22). Eles levam nossas orações e trazem-nas diante do trono de Deus no céu (Apocalipse 5:8; 8:3-4) como parte de seu serviço a nós, os filhos de Deus (Hebreus 1:14). Eles não só nos mostram como adorar, mas, desejam participar juntos conosco em adoração a Deus!

Embora nós realmente não tenhamos uma pista sobre a data exata do nascimento de Jesus, nós sabemos que quando ele nasceu, anjos cantaram em alegre adoração. A tão esperada salvação que Deus havia prometido, que os anjos haviam antecipado "na ponta dos pés" (1 Pedro 1:12), de repente havia amanhecido! Assim os céus trouxeram uma gloriosa explosão de glória da própria presença de Deus enquanto anjos anunciaram em canção jubilosa o nascimento de Jesus. As canções de louvor deles que ainda hoje enchem o trono de céu, foram compartilhadas com pastores nos campos enquanto guardavam seus rebanhos.

Quando nós nos reunimos e oferecemos louvores a nosso Deus Todo Poderoso pela sua graça dada a nós em Jesus, e quando nós adoramos o Filho da glória que trouxe vida e imortalidade à vida, nós estamos nos unindo aos anjos em louvor e adoração. A nós é permitido compartilhar as canções dos anjos. Antecipamos um dia maior e uma glória maior quando seremos maiores que os anjos (Hebreus 2:6-7; cf. 1 Coríntios 6:3) e poderemos dirigir a adoração no céu!

Assim, se você não tem nenhum dom musical ou é extremamente talentoso nesta área; se sua vida é dura e difícil, como a dos pastores; ou se você se vê ricamente abençoado em termos materiais, por que não se une aos anjos em canção e louvor a Deus pelo maior de todos os seus presentes!

"Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos. E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: encontrarão um bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura".

De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo:
"Glória a Deus nas alturas,
e paz na terra aos homens
aos quais ele concede o seu favor".
(Lucas 2:8-14)

 

Copyright © 2003 Phil Ware.