Minha igreja e meus irmãos

de Dorian Anderson Soutto

 



 

Quando enxergamos a igreja como quatro paredes e um amontoado de pessoas, vemos apenas mais um sistema religioso e mais cedo ou mais tarde virá a frustração.

Quando enxergamos a igreja como um gênio da lâmpada em que se esfregarmos no local correto e da forma correta seremos atendidos pelo gênio, trazemos para nós algo que não é nosso, e quando não chega os resultados esperados, nos frustramos e pensamos que não estamos esfregando da maneira correta.

Quando tiramos os olhos de nossos umbigos e levantamos nossos olhos e vemos quão grande é a seara e colocamos a mão no arado e não olhamos para trás, começamos a trabalhar na verdadeira igreja de Cristo. É lá que encontraremos pessoas fazendo a mesma coisa; estas pessoas são os membros da verdadeira igreja, a saber, nossos irmãos.

Não são muitos e por isto sempre rogam, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara. Não são pessoas com o "S" em seus peitos fazendo e aparecendo, mas são homens e mulheres tementes a Deus que quando oram "vem a nós o Seu reino", deixa Deus reinar em suas vidas e fazem diferença neste mundo; diferença entre a vida e a morte eterna.

Onde meus irmãos estão são luz e vivem incomodando as trevas; estão cientes que onde estão é exatamente onde Deus quer que estejam. Onde todos vêem um ladrão, um corrupto, um traidor, um beberrão, um problemático ele vê uma alma carente de Deus. Não olha para os pecados que são frutos do pecador, mas olha a graça de nosso Deus por ter dado seu único filho por eles, e tenta comunicar estas novas o mais breve possível.

Meus irmãos, aonde quer que estejam são verdadeiramente livres e não estão presos à religião, dogmas e preceitos, sabem que sua sabedoria vem do temor ao Senhor e sabem que estremecem o inferno com suas orações e seu cumprimento da palavra. Estes são os integrantes desta igreja. Eles estão espalhados por toda a terra como carta escrita proclamando "O Senhor Reina". Não estão limitadas a paredes, placas, doutrinas de homens, mas buscam estar em constante obediência com o Pai, atentos a Sua palavra e por onde passam deixam um rastro de amor e graça e um bom perfume no ar, o cheiro da rosa de Sarom.

Os membros da igreja da qual eu faço parte tem suas lutas, suas dores, sofrem e choram como qualquer outra pessoa, mas são atendidos pelo próprio Senhor que não os tiram do barco que está muitas vezes a deriva, mas envia seus anjos para os animar a continuar, como fez com seu servo Paulo em Atos 27 quando desfalecido estava no barco. Como fez com Elias quando desanimado nem queria comer em 1 Reis 19.

Não são covardes e medrosos quanto aos seus dias, pois sabem que o pior dia que a humanidade pode conhecer é o grande e temível dia do Senhor, e se é do Senhor não tem o que temer, é apenas nosso Pai em ação. Não andam por aí temerosos olhando o caminho que a "igreja" está seguindo, pois sabem que a verdadeira igreja está avançando, e que Satanás tem colocado todo tipo de coisas com o nome de "igreja" para tentar confundir os salvos. Sabem que as portas do inferno não prevalecerão pois é promessa de nosso próprio Mestre. Não andam por aí confusos e amedrontados, pois sabem em quem tem crido e confiam na cabeça deste corpo.

Queima em seus corações o desejo ardente de estar com seu Mestre, e sonham com o dia em que os túmulos se abrirão e encontraremos com Ele nos ares. Dia em que o Noivo virá buscar sua amada, ela, a verdadeira Igreja.

E eu estarei lá conhecendo meus verdadeiros irmãos, alguns que estiveram próximos, outros que só conheci eventualmente, mas unidos através do poder do Espírito Santo, cairei em pranto quando ouvir uma voz dizendo "Venha filho bendito" e não me surpreenderei se reconhecer esta voz como a voz de um amigo intimo que me acompanhou por toda minha jornada neste mundo.

Avance Igreja!

Veja também de Dorian Anderson Soutto:
Eu Fariseu e A moça do shopping.

  Copyright © 2006 Dorian Anderson Soutto. Todos os direitos reservados.