Panela que faz comida boa

de Danilo Souza

 



 

Então irei ao altar de Deus, a Deus, a fonte da minha plena alegria.” (Salmos 43:4)

Digamos que uma perturbação vem em sua direção. O médico chega à conclusão de que você precisa ser operado. Ele detecta um nódulo e acha melhor que ele seja retirado. Então lá está você, saindo do consultório.

Você acaba de receber esta taça de angústia. O que você fará com ela?

Você pode colocá-la em uma de duas panelas. Você pode despejar sua má notícia no tonel da preocupação e pegar a colher. Acender o fogo. Cozinhá-la. Mexê-la. Lamentar por um tempo. Pensar por um tempo. Não demorará muito para você ter uma deliciosa panela de pessimismo.

Que tal uma idéia diferente? A panela da oração. Antes que a porta do consultório médico feche, entregue o problema para Deus. “Eu aceito seu Senhorio. Nada chega a mim que não tenha passado pelo Senhor”.

Além disso, acrescente uma saudável porção de gratidão. E não para por ai precioso leitor, a panela da oração também serve para: desemprego, casamento em ruína, desânimo e a falta de esperança.

Enfim, a sua parte é oração e gratidão.

A parte de Deus? Paz e proteção.

Mesmo não florescendo a figueira, e não havendo uvas nas videiras, mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no SENHOR e me alegrarei no Deus da minha salvação. O SENHOR, o Soberano, é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; faz-me andar em lugares altos.” Habacuque 3:17-19 (NVI)

Para mais reflexões sobre como lidar com sofrimento, visite a página de Ilustrações Sobre Sofrimento no site da www.hermeneutica.com.



  Copyright © 2009 Danilo Souza. Todos os direitos reservados.