Como será, junto ou longe dEle?

de Paulo Roberto Barbosa

 



 

"... alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus" - Lucas 10:20 (NVI)

"Mãe, por favor," explodiu a adolescente, "eu não aguento mais ouvir falar de religião. Você e papai vivem me aborrecendo com esse assunto. Eu não estou interessada!" A menina bateu o pé e saiu do quarto, fechando a porta com força.

Sua mãe sentou-se em uma cadeira, cansada e desanimada. Ela não sabia mais o que fazer. Finalmente, ela resolveu chamar o pastor para conversar com a filha. Quando o pastor chegou, pediu que os pais os deixassem a sós.

Após saírem, o pastor virou-se para a menina com um largo sorriso nos lábios. "Eu acho uma vergonha", disse o pastor, "que seus pais a importunem tanto sobre religião". A menina, que estava chateada com a visita, sorriu aliviada. Este é o tipo de pastor que eu gosto, pensou ela. Ele está disposto a me deixar livre, por eu não estar interessada.

"Eu tenho uma sugestão", disse o pastor. "Eu posso persuadir a seus pais e amigos para que não mencionem o nome de Deus para você por um ano inteiro".

A menina ficou surpresa. "Um ano", ela ofegou. "Eu não sei se seria seguro esperar um ano inteiro. Eu poderia morrer antes disso".

"Isto é verdade", concordou o pastor. "Um ano é muito tempo. Que tal, seis meses?" A menina refletiu por um momento e, então, respondeu que seis meses também não seriam seguros. "Então, continuou o pastor, vamos fixar um prazo de três meses. Pode deixar que eu organizo isso e, por noventa dias, você não precisará se preocupar com Deus".

O pastor levantou-se e começou a caminhar em direção à porta. A menina o chamou. "Eu não tenho certeza de que estarei segura durante este tempo. Por favor, ore por mim agora". Eles se ajoelharam e a adolescente recebeu Jesus em seu coração.

Temos estado seguros de nossa salvação? Estamos certos de que nosso nome está escrito no Livro da Vida e que, quando deixarmos esse mundo iremos morar com Deus, para sempre? Podemos continuar ignorando a Deus e viver tranquilos e despreocupados?

Muitas vezes pensamos que Deus e eternidade são assuntos para nosso final de vida. Mas quando será o final de nossas vidas? Quem pode saber, de antemão, o dia em que nos apresentaremos diante do Criador? Onde pretendemos estar após a nossa morte -- junto a Deus ou longe dEle?



Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite a página de Paulo Roberto em http://ministeriopararefletir.blogspot.com

  Copyright © 2010 Paulo Roberto Barbosa. Todos os direitos reservados.