Cuidado com o Jeitinho

de Rubel Shelly

 



 

Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. Romanos 5:3-4

Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria. Provérbio 21:5

Embora intelectualmente saibamos melhor, há algo no ser humano que continua nos fazendo vítimas do velho “jeitinho”. Sempre apareçam novos trambiquieros empresariais para ludibriar e roubar os incautos. E quando for atrás deles encontra-se apenas uma casa abandonada no endereço que deixaram.

A obsessão atual com peso e aparencia nos fazem especialmente suscetíveis às maravilhas de produtos que prometem saúde sem esforço e perda de peso sem suor. Uma empresa ganhou muito dinheiro vendendo seus tênis “anti-celulite”. Outro promove estímulo muscular elétrico e água “especial” para perder peso. As pessoas adoram pensar que acharam um modo fácil de chegar às sua metas.

Os médicos e cientistas confirmam que uma dieta saudável e exercícios constantes são a melhor maneira de manter o peso ideal. Um requer autodisciplina, e o outro – esforço. Quem quer pagar esses preços quando há uma alternativa que dispensa a disciplina e o suor? Quem não é tentado pelo famoso jeitinho?

Em outros contextos, é a pessoa que se engana ao pensar que ela pode continuar bebendo depois de ser flagrado dirigindo alcoolizado ou perder o emprego por causa da bebida. É aquela que se convence que um “flerte inocente” no escritório não significa nada. São os pais que recusam levar à sério as infrações legais de um filho. É a família tentando conseguir tudo que quer com cartões de crédito em vez de poupar para comprar. É aquele que não admite sua responsabilidade e recusa se desculpar por ter traído uma confiança.

Quer saber por que aconselhamento não funciona para muitos casamentos em conflito? É porque o casal descobre áreas do relacionamento que requerem um esforço concentrado durante um bom tempo. Mas as pessoas imaturas e egoístas preferem o jeitinho.

Quer saber por que tantas empresas vão à ruína? Levaria esforço demais por um período prolongado para corrigir os problemas, substituir as pessoas incompetentes, e penetrar mercados novos. Faltando o jeitinho, vem a falência.

Quer saber por que grandes igrejas morrem? Alguém é persuadido que espiritualidade é um programa novo ou um esquema fácil, no lugar do longo processo de produzir fruto pela presença suave do Espírito Santo. Aí, os membros pulam de congregação em congregação. Um das virtudes que recebe muito pouca atenção estes dias é perseverança. Não é teimosia. Não é ser “cabeça dura” e inflexível. É a perseverança ao longo do tempo na busca de uma meta nobre que vale a pena.

É interessante para mim que a Bíblia coloca a perseverança como o passo necessário entre a tribulação e o caráter (Romanos 5:3-4). Não há nenhum atalho entre um e o outro. Para as coisas que realmente importam, não existe jeitinho. [traduzido e adaptado por Dennis Downing]

[Gostou da reflexão? Mande o link www.iluminalma.com/vec/1103/14-jeitinho.html para um amigo ou colega!


  Copyright © 2011 Rubel Shelly. Todos os direitos reservados.