Desvendando o Futuro

de Rubel Shelly

 



 

Nós seres humanos não somos peritos em predizer o futuro. Inúmeros palpites errados e pensamentos falhos acumulam como lixo ao longo da Estrada da história da humanidade. Quanto mais a gente fala com certeza, maior a probabilidade de passarmos vergonha. “Tudo que pode ser inventado já foi inventado”, declarou Charles H. Duell, o comissário norte-americano de patentes, em 1899.

Horace Rackham foi aconselhado por um presidente da Caixa Econômica de Michigan a não investir na Ford Indústria de Motores, em 1903. “O cavalo está aqui para ficar”, ele predisse, “mas o automóvel é apenas uma novidade – uma moda passageira.” Felizmente para Rackham, o advogado de Henry Ford, ele ignorou a falta de visão do banqueiro e comprou ações no valor de $5,000. Vários anos depois, ele as vendeu por $12.5 milhões de dólares.

Ao rejeitar uma banda aspirante em 1962, o representante da Decca Records fez esta destemida profecia sobre o futuro dela na música, “Não gostamos do som deles. Grupos com guitarras estão em extinção.” Assim, a gravadora deixou de gravar os Beatles. “Não há razão para que qualquer pessoa tenha um computador em casa”, disse o presidente e fundador da Digital Equipment Corporation em 1977.

Clifford Roberts, fundador do prestigiado Torneio de Mestres do Golf (Masters Tournament), uma vez disse, “Enquanto eu viver, jogadores de golf serão brancos, e os caddies (ajudantes) serão negros.” É claro que ele não possuía a presciência para antever nem o Movimento dos Direitos Humanos, nem o domínio de Tiger Woods no golf profissional.

Coisas como estas estão além da nossa capacidade de previsão.

Sempre é bom ter humildade quando tentamos prever o que vem no futuro. Mas, não há certezas sobre o amanhã? Não há nada no que ancorar nossa esperança? Eis duas promessas para manter em mente nesses tempos estressantes.

... nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Romanos 8:39 NVI)

Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele mesmo lhes providenciará um escape, para que o possam suportar. (1 Coríntios 10:13 NVI)

Mercados e o futuro da economia global, música e outros aspectos da cultura, descobertas na ciência e na Medicina – todos estão além da nossa habilidade de previsão. Mas as certezas espirituais baseadas nas promessas seguras de Deus tiram a incerteza de hoje e nos ajudam a seguir adiante com confiança.

Se você quer ter alguma confiança em relação ao futuro, focalize sua atenção na única Pessoa que realmente sabe algo sobre ele.

Veja também a reflexão Esperar... Por Quê?



  Copyright © 2011 Rubel Shelly. Todos os direitos reservados.