As Melhores Dádivas

de Paulo Roberto Barbosa

 



 

"Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação" (Tiago 1:17).

F. B. Meyer uma vez disse: "Eu costumava pensar que as dádivas de Deus estavam colocadas em prateleiras, uma acima da outra, e que, à medida que íamos crescendo no caráter cristão, mais facilmente as alcançaríamos. Eu agora creio que as dádivas de Deus estão em prateleiras, uma embaixo da outra. Não é uma questão de crescer para cima, mas de inclinar para baixo. Nós temos que descer, sempre para baixo, para alcançar as melhores dádivas."

O mundo nos induz a buscar sempre o lugar mais alto em todas as situações. Temos de ter a melhor casa, o carro mais caro, o emprego que dê o maior salário, o lugar mais elevado na escala social. Só assim seremos admirados, só assim seremos reconhecidos, só assim seremos felizes. Pelo menos, é o que achamos.

Na vida espiritual, com o nosso Senhor Jesus Cristo, a caminhada para o sucesso é diferente. "Os últimos serão os primeiros", "quem quiser ser o maior, deve se humilhar e servir", "cada um considere o outro superior a si mesmo"...

Se seguirmos a escalada do mundo, poderemos atingir o ponto mais alto em nossos propósitos, porém, não há garantia alguma de felicidade. Se seguirmos o trajeto ensinado por Deus, é possível que nenhum holofote seja aceso sobre nós, porém, teremos como companheira constante, a tão sonhada felicidade.

De que nos serviriam as grandes dádivas do mundo? Para um momento passageiro de orgulho e vaidade? As coisas da terra ficarão na terra e de nada servirão na eternidade.

As dádivas celestiais, por menores que possam parecer, não apenas encherão de regozijo os nossos corações como nos acompanharão para todo o sempre. Essas são as dádivas que eu quero ter e, tenho plena convicção, por menores que sejam, são maiores do que todas as que o mundo oferece.

E você, que dádivas está buscando?

Veja também de Paulo Roberto Barbosa: A Melhor Bênção É a de Hoje.



  Copyright © 2011 Paulo Roberto Barbosa. Todos os direitos reservados.